terça-feira, 28 de julho de 2020

PT, não se abstenha da vida


PT, não se abstenha da vida


Quem se anula desiste da existência.

Diferentes “analistas”, ligados ao PSol ou à direita tradicional, e quintas-colunas, no próprio PT, têm tocado um samba de uma nota só em diversas mídias, há semanas, outros há meses, anos e décadas.
Disfarçam suas simpatias, evidentes ou dissimuladas, e decretam sem titubear o que o “PT deve fazer”.
Anunciam por suas trombetas do apocalipse que o PT deve fazer mea culpa, ceder, dar espaço, abdicar seus direitos, se abster das disputas, se ajoelhar no milho, se escarificar, se autodesprezar, se alijar da vida pública, enfim, se não se anular, não terá salvação. Ou seja, exigem o suicídio com a promessa à vítima de que depois ela se sentirá bem melhor.
Todos decretam que o PT assuma suas responsabilidades históricas. E o PT tem feito isso, mas não segue o receituário de seus adversários que aceitam apenas a bula da abstinência na vida político-social ou a (auto)extinção. Como qualquer instituição, o PT comete erros e acertos. Aliás, foi apeado por um golpe de Estado da presidência da República por suas virtudes, não por seus vícios.
Quais são as responsabilidades históricas, políticas e sociais dos que apoiaram abertamente a Lava Jato? O “não vai ter Copa”? A destruição da política? A mistificação de moralistas sem moral? A perda da soberania do país? O entreguismo desvairado?
Quando essas figuras assumirão as consequências de seus atos?
Um parêntesis necessário. Lembramos e registramos um fato sintomático. Assistimos, em 2014, uma apresentação de teatro de rua de um grupo de “esquerda”. Entre outras críticas infantis ao PT (o programa “Minha Casa, Minha Vida” era chamado de “Minha Casa, Minha Dívida”), e um dos personagens portava uma máscara na nuca com a imagem da presidenta Dilma Rousseff representada como uma diaba. Essa era a indigência narrativa do grupo “crítico”.
Não vamos discutir intenções, isso é problema de psicólogos, padres, pastores etc. Estamos pondo em questão os resultados e sequelas das ações concretas dos que embarcaram na narrativa do império estadunidense e, conscientes ou não, jogaram água no moinho do fascismo. E isso não se deu por acaso.
Alguns se apressam e determinam que “este debate é ultrapassado”. Não lhes interessa rememorar sua contribuição para chegarmos na figura grotesca do bolsonaro.
Um leitor do Psol pergunta-nos: “Acaso o Psol não tem o mesmo direito que o PT de disputar a consciência da sociedade?”
É claro que sim. Mas é esse mesmo direito que querem subtrair ao PT.
E ele emenda: “Então, não lhe ocorre que esses setores [do PSol] pagam o preço disso até hoje? Veja só: desde que Luciana Genro declarou apoio à Lava Jato ela nunca mais se elegeu pra nada.”
A bem da verdade, não só esses setores sofreram as decorrências de seu atos, mas o país inteiro, exceto o 1% que se beneficiou do golpe de Estado e de seus desdobramentos.
As alianças programáticas podem ser feitas, sem problemas, mas não com “a faca no pescoço” ou “o dá ou desce”.
Ou, o que é pior, na “mão grande”: “pesquisas” de encomenda (60% a 40%, pró Aécio, há poucos dias do 2º turno de 2014; “candidaturas do PT inviáveis”, “sem voto” etc.
Chega das armadilhas burguesas e de seus institutos de “pesquisas” prontas antes mesmo de começarem as entrevistas., com questionários enviesados e com uma mídia corporativa sempre pronta e ciosa para dar “repercussões” a suas crias “estatísticas” e produzir, pelo monopólio midiático, profecias que se autorrealizam.
Nos locais/regiões em que a união no campo progressista e de esquerda puder se realizar, ótimo. Onde não, que não ocorra uma disputa fratricida, nem no 1º nem no 2º turnos.

*****

#ForaBolonaro - b6ls6nar6
#EleiçõesGeraisJá

Colabore com o Blog do Agenor Bevilacqua Sobrinho



*****


Conheça também:


Se a cadela do fascismo está sempre no cio,
a luta antifascista deve ser constante.





Como encontrar os livros da Editora Cia. Fagulha:


Atualidade/utilidade do trabalho de Brecht







O Rato Pensador







A Guerra de Yuan





 


A Lente - Teatro dialético








Dramaturgia Comparada Estados Unidos / Brasil: Três estudos





Livraria Augôsto Augusta
Rua Augusta, 2161

Livraria Blooks
Shopping Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569 / 3º Piso

Livraria Zaccara
Rua Cardoso de Almeida, 1356


Caso preferir, envie sua consulta para o e-mail: atendimento@ciafagulha.com.br

Tel.: (11) 3492-3797

Nenhum comentário:

Postar um comentário