segunda-feira, 13 de julho de 2020

Mais de 13.000.000 de casos de Covid-19 no mundo. Em 4 dias, mais um milhão de casos. Desgoverno militar leva o “Brasil acima de todos...” na tabela mundial de Covid-19


Mais de 13.000.000 de casos de Covid-19 no mundo. Em 4 dias, mais um milhão de casos. Desgoverno militar leva o “Brasil acima de todos...” na tabela mundial de Covid-19 

 

Atualização em 13/07/2020, 18h.





Mundo chega a 13 milhões em 12/07/2020, 22h.
 

Em 4 dias, mais 1 milhão de casos de Covid-19.


Em apenas 4 dias, Mundo saltou de 12 milhões para 13 milhões de casos de #COVID19

Mais de 13.000.000 de casos de Covid-19.
“Brasil acima de todos” na tabela mundial de Covid-19. 


#BrasilAcimadeTodosnaTabelaMundialdeCovid19

Negacionistas e outros idiotas continuam inflexíveis.
Coronavírus agradece e se expande.
Países que enfrentaram a epidemia auxiliados pelas diretrizes científicas, ao contrário do Brasil, estão voltando às atividades paulatinamente.
Brasil paga o preço do ódio de sua classe dominante, que sabotou o segundo mandato de Dilma Rousseff (2014), antes mesmo de seu início, deu um golpe de Estado em 2016, fez vistas grossas à fraude das eleições de 2018 e jogou o país na aventura de ser conduzido por um incapaz, defensor da tortura e destituído das mínimas condições para estar onde foi instalado.
Mundo: 13.030.219 casos de Covid-19 (12/07/2020, com 571.242 mortes), após 4 dias de atingir o décimo segundo milhão (08/07/2020).

O primeiro milhão de casos foi alcançado em 02/04/2020 (com 51.354 mortes), 82 dias depois do início da pandemia: 10/01/2020.
 
O segundo milhão de casos foi alcançado em 15/04/2020 (com 127.587 mortes), 13 dias depois do primeiro milhão.
 
O terceiro milhão de casos foi alcançado na manhã de 27/04/2020 (com 207.265 mortes), 12 dias depois do segundo milhão.
 
O quarto milhão de casos foi alcançado em 08/05/2020 (com 275.914 mortes), 11 dias depois do terceiro milhão.
 
O quinto milhão de casos foi alcançado em 20/05/2020 (com 325.239 mortes), 12 dias depois do quarto milhão.
 
O sexto milhão de casos foi alcançado em 29/05/2020 (com 366.039 mortes), 9 dias depois do quinto milhão.
 
O sétimo milhão de casos foi alcançado em 07/06/2020 (com 402.683 mortes), 9 dias depois do sexto milhão.
 
O oitavo milhão de casos foi alcançado em 15/06/2020 (com 436.130 mortes), 8 dias depois do sétimo milhão.
 
O nono milhão de casos foi alcançado em 21/06/2020 (com 468.602 mortes), 6 dias depois do oitavo milhão.
 
O décimo milhão de casos foi alcançado em 27/06/2020 (com 498.952 mortes), 6 dias depois do nono milhão.
O décimo primeiro milhão de casos foi alcançado em 03/07/2020 (com 524.743 mortes), 6 dias depois do décimo milhão.  
O décimo segundo milhão de casos foi alcançado em 08/07/2020 (com 547.808 mortes), 5 dias depois do décimo primeiro milhão. 
O décimo terceiro milhão de casos foi alcançado em 12/07/2020 (com 571.242 mortes), 4 dias depois do décimo segundo milhão. 


Oficialmente, o Brasil tem 1.866.176 casos (2º lugar no mundo), com 72.151 mortes (sendo que há estimativas de que os números reais devam ser superiores a 18.000.000 de casos, pois a quantidade de testes realizadas no país é irrisória). 

Todos os argumentos racionais foram utilizados para esclarecer os negacionistas.
A doença mata mais os mais pobres.
Talvez esteja aí o motivo da indiferença e do descaso daqueles que querem a reabertura a qualquer preço, “chega de ficar com medo de uma gripezinha”, “morra quem morrer” e outros venenos excretados do poço de ódio de ressentidos e seus clones.

Tarefa de democratas
Derrotar o fascismo e voltar a respirar livremente.


Corolário

Para se respirar, o país deve passar por um processo de desfascistização.
Ou seja, desbolsonarizar o Brasil é exigência civilizatória.

Siga a Ciência. Ignore os idiotas e seus chefes.

Assim como outras doenças, a #Covid_19 será derrotada pela Ciência e pela perseverança de pesquisadores.
E essa vitória será mais rápida com a simultânea derrota do arquifascista que nos inferniza de manhã, à tarde e à noite.

A luta continua!
Vamos nos livrar do ídolo do coronavírus.

Quando acabar o pesadelo, vamos comemorar com pão (o símbolo da solidariedade) e vinho.
E quando esse dia chegar, abrace, beije e ame muito seus amig@s.

*****

#ForaBolonaro
#EleiçõesGeraisJá

Colabore com o Blog do Agenor Bevilacqua Sobrinho



*****


Conheça também:


Se a cadela do fascismo está sempre no cio,
a luta antifascista deve ser constante.




Como encontrar os livros da Editora Cia. Fagulha:




Livraria Blooks
Shopping Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569 / 3º Piso

Livraria Augôsto Augusta
Rua Augusta, 2161

Livraria Zaccara
Rua Cardoso de Almeida, 1356


Caso preferir, envie sua consulta para o e-mail: atendimento@ciafagulha.com.br

Tel.: (11) 3492-3797


Nenhum comentário:

Postar um comentário