sexta-feira, 19 de junho de 2020

Acabou, Bozo. #AcabouBozo


Acabou, Bozo. #AcabouBozo


weintraub, como Átila, o rei huno, é devastador: “a grama nunca mais crescia no local onde seu cavalo pisara”. Caso se confirme a ida do indigitado ao Banco Mundial, creio que o melhor a fazer é fechar tal instituição.

 

1. A overdose de cinismo é uma epidemia entre “arrependidos” do bolsonarismo. De apoiadores ardorosos, os oportunistas passaram a envergar o avental dos indignados de carteirinha. O mais risível é que todos querem estampar o número 1 no crachá de inscrição dos supostos “enganados”.

 


 







 

2. Enquanto o consórcio titanic bolsonaro-militares-milicianos afunda, conselheiros acácios (com ou sem farda) ventilam a ideia de “ministério de notáveis”, demonstrando que não aprendem com a experiência, pois a única produção viável do desgoverno decrépito é mais um “ministério de detestáveis”.

 

3. Quando a derrota se dá em todas as frentes, mesmo os mais fanáticos se dão conta de que ela é iminente. O chefe manda e não é atendido, o cafezinho chega frio e a expectativa é a de que no dia seguinte será gelado, o elemento precisa virar a maçaneta com as próprias mãos para abrir a porta.

 

4. O mais problemático são os estertores. A negação prolonga a agonia. Enraivecido, o sujeito tenta pisar em solo ausente e, sem apoio, dispara weitrumbs a mancheias. Para não ser preso, negocia a saída menos vexatória. Deprimido, culpa o PT, a China, a Terra redonda, a lei da gravidade etc.

 

5. Sobrevém a depressão. Com ela a saudosa lembrança de 30 anos dormindo na Câmara de deputados, ganhando sem esforço e arrumando boquinhas para a famiglia às expensas do Estado, ora tão amaldiçoado. O videogame é o consolo da aceitação. Acabou, Bozo.

Prefere a cadeia?



*****

#ForaBolonaro
#EleiçõesGeraisJá

Colabore com o Blog do Agenor Bevilacqua Sobrinho



*****


Conheça também:



Se a cadela do fascismo está sempre no cio,
a luta antifascista deve ser constante.



O combate em sociedades totalitárias





Como encontrar os livros da Editora Cia. Fagulha:




Livraria Blooks
Shopping Frei Caneca - Rua Frei Caneca, 569 / 3º Piso

Livraria Augôsto Augusta
Rua Augusta, 2161

Livraria Zaccara
Rua Cardoso de Almeida, 1356


Caso preferir, envie sua consulta para o e-mail: atendimento@ciafagulha.com.br

Tel.: (11) 3492-3797


Nenhum comentário:

Postar um comentário