quinta-feira, 20 de junho de 2019

Jesus não comparece em festa de canalhas


Jesus não comparece em festa de canalhas

 
Quando a gota d'água transborda.

1. Ao saber que a Marcha para Jesus convidou o fascista Bolsonaro, Jesus declara enfaticamente que não comparecerá e adverte: Eu não tenho compromisso com fariseus hipócritas.
2. Fãs de Moro estão na condição da pessoa traída. Têm dificuldades de compreender o que está acontecendo. A primeira reação é negar. Aos poucos, as ilusões cristalizadas começam a trincar e quem conseguir entender que foi olimpicamente enganado tende a perceber a realidade.
3. Constatando que os farsantes que se apresentavam como super-heróis não passam de supercanalhas e de hipermedrosos, os ludibriados com alguns instrumentos cognitivos refazem seu chão e assumem, aos poucos, outras perspectivas.
4. Sentindo e lambendo suas feridas, reconhecendo-se como marionetes de engrenagens poderosas, margens do numeroso contingente de manipulados começam a se deslocar do continente da ignorância onde foram exilados pelo sistema opressivo mídia/financeiro/jurídico/fariseus hipócritas.
5. As advertências foram numerosas e frequentes. Uma, duas, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez, onze, mil vezes.
6. A incredulidade de muitos ainda persiste, apesar de todas as evidências e provas demonstrando as diversas fases do golpe de Estado, a orquestração dos “especialistas”, “cidadãos de bem” de prostíbulos de diferentes setores, e, sobretudo, a fábrica de alienação produzindo em série zumbis pós-patéticos.
7. O desnudamento do modus operandi da elite brasileira está apenas começando para a grande maioria.
8. O preconceito de classe e étnico, o ódio contra os pobres e miseráveis, e todos os seus subprodutos, expressam a rejeição à própria humanidade.
9. Sabemos da dificuldade de muitos de se desgarrar de crendices, erros e absurdos.


*****

#LulaLivre
#SequestrodeLula é luta de classes: 440 dias.
Moro & Bolsonaro: #PatriotasdoEstrangeiro
Marielle e Anderson assassinados em 14/03/2018: 463 dias.
Milicianos, moros e dallagnois na cadeia.
Vade retro, vendilhões do templo.

*****


Conheça também:


Autor: Agenor Bevilacqua Sobrinho
Editora: Cia. Fagulha
ISBN 13:       978-85-68844-02-1
Páginas:       104





Tel.: (011) 3492-3797



Nenhum comentário:

Postar um comentário