segunda-feira, 17 de junho de 2019

Carta do Diabo ao Ministro da InJustiça


Carta do Diabo ao Ministro da InJustiça

#Inservível



Infernal da InJustiça,
 
Para seu aprendizado satânico, compartilho com você a missiva enviada ao Capetão Miliciano.
Dos Quintos dos Infernos, quero parabenizá-lo pela importante atuação de seu ministério da InJustiça, sem esquecer de suas falcatruas à frente da República de Curitiba.
Graças à Lava jato, o Brasil renunciou à soberania e está inteiramente subordinado aos interesses dos Estados Unidos, tornando a vida dos brasileiros um verdadeiro inferno.
Seu “Projeto de Lei Anticrime” enviado ao Congresso, devo admitir, é uma absoluta licença para matar, portanto de uma maldade que me causa profunda inveja. Com ele aprovado, o extermínio de negros e pobres será inteiramente legalizado, facilitando nosso trabalho de remover da paisagem essa gente ordinária.
Acabar com a esperança de justiça, inventar pseudojulgamentos, fazer conluio com dallagnois e produzir a maior fraude da História do Brasil, devo reconhecer, é de uma perversidade que o notabiliza entre meus discípulos.
Quero felicitá-lo, também, por direcionar as investigações e encarcerar Lula, a esperança popular.
Ao ordenar a seus procuradores amestrados toda a sorte de maracutaias e modos de forjar as maiores mentiras sem quaisquer embasamentos, você e seus comparsas produziram uma realidade paralela na qual vegetam descerebrados, sempre disponíveis para acreditar em todas as adulterações de sua equipe infernal que, diga-se de passagem, estagiou no mundo subterrâneo por longos anos.
Com seus inumeráveis delitos, conseguimos emplacar nosso miliciano na presidência, obsequioso servidor, como você, do império dos EUA, e isso é o que interessa.
Você e o miliciano fazem esse povinho empobrecer e ficar cada vez mais miserável, e não restará nem mesmo o pão que eu amassar como consolo.
Outrossim, não vamos nos deter em demoradas comemorações, já que os problemas se avolumam.
Agora apareceu esse jornalista Glenn Greenwald para atrapalhar nossos planos, revelando todas as nossas tramoias.
A resposta a ser dada é dizer que aquilo que você falou não é da conta de ninguém, é privado... Isso. Invasão de privacidade...
Pensando bem, melhor ir por outro caminho, já que seria admitir a autenticidade de tudo. É uma confissão total, entendeu?
Melhor dizer que foi hackeado, que distorceram e inventaram frases descontextualizadas, que são criminosos etc. Quando aparecerem áudios com sua voz e dos dallagnois, não fique tremendo como uma vara verde. Diga imediatamente que é mentira. Como você é profissional da arte de mentir, cujos cursos na CIA, na NSA e nos Quintos dos Infernos o habilitaram a enganar milhões de descerebrados, fabricando mentiras que parecem verdade (técnica de Goebbels, na qual você é especialista), não terá dificuldades para criar lorotas estapafúrdias.
Coloque nosso exército de robôs digitais para desacreditar o tal do Glenn. Nosso objetivo, obviamente, é tentar desviar foco da #VazaJato, produzir realidade paralela e ocupar a equipe do @TheInterceptBr com chorume da extrema-direita.
Saiba que esse jornalista Glenn é ganhador de vários prêmios internacionais e não está a nosso serviço, como mervais e sardenbergs da vida. A equipe dele manterá as energias direcionadas para continuar a esclarecer a maior fraude da História do Brasil.
Infernal da InJustiça, o mundo inteiro já sabe de suas práticas mafiosas e dos inúmeros delitos para estuprar impiedosamente a Constituição e desmoralizar o sistema de Justiça: organização criminosa, corrupção passiva, prevaricação, violação de sigilo funcional, crimes contra o regime representativo e democrático, a federação e o estado de direito. Para não citar os que ainda emergirão quando as demais revelações vierem a público.
Faça cara de paisagem e, quando inquirido, alegue a existência das novas tecnologias e responda que seus crimes e de sua equipe foram cometidos por clones. Como você bem sabe, retardar ou impedir esclarecimentos sobre a verdade é o que mantém nosso domínio das profundezas infernais, que compartilhamos há muitos invernos.
Entretanto, pela primeira vez em milênios, devo confessar, estou desanimado e, ao que tudo indica, todos os nossos esforços de ludibriar esse povinho com camisas da CBF, patos da FIESP e com a ladainha do “combate à corrupção” não conseguirão mais convencer além dos rematados idiotas que dizem amém a todas as nossas perversidades.
Ao que tudo indica, você e seus comparsas foram flagrados e há oceanos inteiros de provas contra seus atos sórdidos, que elaboramos com todos os esforços aqui nas profundezas. Antecipo que sua campanha para deportar o jornalista não vai adiantar nada, ao contrário. Deixará ainda mais evidente a perseguição contra seus desafetos.
Assim, abre-se a possibilidade de anular seus atos injurídicos e a eleição fraudada de 2018, dando espaço novamente para essa gentinha diferenciada frequentar universidades e aeroportos. E pensar que a volta da escravidão estava ao alcance dos dedos.
Não vai adiantar nem mesmo os faniquitos do general com porrada na mesa. Qualquer pessoa como um mínimo de entendimento da natureza humana sabe que isso é sintoma de desespero. Que vexame aquele piti, meu discípulo fiel.
Sempre adverti e atazanei a cabeça dos alunos para que eles se transformem em meus servis soldados, espalhando a ignorância, a sordidez e todos os malefícios da Oficina do Olavo.
Mas vamos deixar os salamaleques de lado, pois não respeito incapazes. Já conversei com o Capetão Miliciano que tudo o que ardilosamente construímos pode ser perdido. Até mesmo o posto do Capetão será questionado no TSE.
E não repita essa coisa ridícula e amadora de #ShowdoPavão. Para forjar fraudes contrate pelo menos alguém com o Mobral, não esses analfabetos funcionais que só prestam para bater palmas e bajular. Vergonha alheia de toda a turma: você, dallagnois, carluxos, de todo o clã etc.
Resumindo: quem falhar, tenha certeza, assuma suas responsabilidades, pois é tempo de murici, cada um por si.
E, para finalizar, uma última advertência: Sua soberba deixou tudo a perder. Nem mesmo eu, com todos os meus poderes, evitarei sua derrocada e dos demais dallagnois.
Esta missiva vai certificada com a assinatura de meus cascos.

Cabrunco Cramulhão Demônio Tinhoso Espírito das Trevas Capeta etc. (você sabe bem meu nome completo).


*****

Confira também:

Democracy Now!
Entrevista esclarecedora com Glenn Greenwald sobre a #VazaJato


*****

#LulaLivre
#SequestrodeLula é luta de classes: 437 dias.
Moro & Bolsonaro: #PatriotasdoEstrangeiro
Marielle e Anderson assassinados em 14/03/2018: 460 dias.
Conspiração de milicianos, moros e dallagnois produziram a maior fraude da História do Brasil.
Todo apoio para elucidar e punir as tramoias contra a Democracia e o povo brasileiro.


*****


Conheça também:


Autor: Agenor Bevilacqua Sobrinho
Editora: Cia. Fagulha
ISBN 13:       978-85-68844-02-1
Páginas:       104





Tel.: (011) 3492-3797



Nenhum comentário:

Postar um comentário