segunda-feira, 23 de abril de 2018

Vade retro, Bolsonaro 666


Vade retro, Bolsonaro 666!


 Pregação segregacionista:
Discurso alfafa endereçado para diversas desinteligências.

Muitos alemães seguiram Hitler.
Em nome de preconceitos, de falsas alegações e de diversas ignorâncias, o mundo chegou à beira do precipício e, por pouco, a humanidade conseguiu se livrar da autodestruição.
Na Segunda Guerra Mundial mais de 50 milhões de pessoas foram mortas.
Hoje, novamente, discursos de ódio, segregacionistas e supostamente defensores de uma pretensa “pureza” retornam a ser ecoados em várias partes do mundo.
No Brasil, figuras caricatas reproduzem a mesma ladainha.
Usam a religião como máscara para enganar incautos.
Seus seguidores, identificados com a apologia à tortura e ao estupro, repetem os mantras de seu “mito” sem atinar sobre as consequências de entregar a condução do país à desinteligência e ao mais incivilizado dos falastrões propostos pela extrema-direita tupiniquim.
Negros, homossexuais, mulheres e homens, brancos, pretos, indígenas e todxs que prezam pelo convívio fraterno e respeitoso na sociedade devem repudiar de imediato as ações que mergulharam o Brasil na aventura suicida trazida pelos golpistas e, pior ainda, no abismo pretendido por nazifascistas tropicais.
Vamos interromper a marcha batida da desfaçatez. Al Jazeera não é Al Qaeda.
Lutemos pela democracia.
Todxs contra os retrocessos!

Confira:

Revista Alfafa alerta contra grupos terroristas que ameaçam invadir o Brasil e sequestrar a produção de alfafa

 

Mesada do Mineirinho - entregador do dinheiro afirma que Aécio era o mais chato na cobrança de propina

 

Moro, desembargadores do TRF-4, a farsa da sentença do tríplex do Guarujá e as "armas de destruição em massa" inventadas pelos golpistas


Marilena Chauí - Classe média está arrependida da farsa do impeachment

 

Eleição sem Lula é fraude

 

PSDB é de extremo-cinismo. #PiadaPronta

 

Soberania

 

Carta de Berlim: A hora e a vez de Luiz Inácio. Por Flávio Aguiar

 

Judiciário

 

Temer e a segurança pública

 





Confira também:

a) Os livros da Editora Cia. Fagulha podem ser adquiridos diretamente pelo site da editora:



b) Na Livraria Martins Fontes Paulista
Av. Paulista, 509 - São Paulo-SP
Tel.: (11) 2167-9900;
c) E na Livraria Augôsto/Augusta
Rua Augusta, 2161 - São Paulo-SP
Tel.: (11) 3082-1830.



Nenhum comentário:

Postar um comentário