sábado, 15 de julho de 2017

Decálogo do juiz exemplar



Decálogo do juiz exemplar

PCC - Primeiro Comando do Capital:
CLASSIFICADOS: Contrata-se jagunço jurídico para fazer a diferença com sentenças  sob encomenda da Casa Grande. Remuneração de acordo com o valor dos benefícios e pagamentos em contas protegidas da bisbilhotice alheia em paraísos fiscais.
 
1°) Um juiz exemplar ama a verdade e não confraterniza com bandidos.
2°) É imparcial e não usa a toga em vão.
3°) Não guarda animosidade nem preconceito com o caso sob sua responsabilidade e não deixa pronta a sentença antes de examinar cuidadosamente o processo.
4°) Honra pai (o Direito) e mãe (a Justiça).
5°) Não mata a verdade e não é capacho nem jagunço da Casa Grande e nem de ninguém.
6°) Não atenta contra a dignidade e não enlameia suas decisões com encomendas mercenárias das diversas oligarquias, mesmo que o cubram de troféus que prometem “fazer a diferença”.
7°) Não rouba ou escarnece de provas contrárias às suas convicções e não inventa provas inexistentes.
8°) Não levanta falsos testemunhos e não dá crédito a eles, mesmo que venham em formato de powerpoint.
9°) Não mata, direta ou indiretamente, a mulher do próximo que quer alijar da disputa política por razões extrajudiciais inconfessáveis.
10°) Não cobiça as coisas alheias e não fica invejando o brilho da estrela e tentando de forma vil destruí-la.


Confira:

 

Golpe é uma máquina do tempo que leva o Brasil de volta para o século XIX

 

Ciência do crime. Diálogo com Wadih Damous

 

O que é luta de classes

 

Aqui não se cultiva a arte de lamber saliva!

 

EUA devem indenizar países nos quais cometeu golpes de Estado e outros crimes

 

Revista Alfafa: Ladrão tem uma carreira política elogiável e merece Certificado de Beato.



Confira também:







Nenhum comentário:

Postar um comentário