segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Mais de R$ 120 mil por mês: A doce vida de Promotores e Procuradores

Mais de R$ 120 mil por mês:

A doce vida de Promotores e Procuradores



Dilema: Marajá ou Imortal?

De Imortal para Imortal:
"No eslaide que a ralé não pode tomar conhecimento, a nossa doce realidade.
Irmãos, uma coisa que a ralé não pode saber é que ela nos sustenta."




Confira:

Esquecer os #trouxinhas é impossível




































Confira também:




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário