domingo, 5 de junho de 2016

Declaração de Muhammad Ali ao governo norte-americano sobre sua recusa em ir à guerra do Vietnã



Declaração de Muhammad Ali ao governo norte-americano sobre sua recusa em ir à guerra do Vietnã
Muhammad Ali: Você quer que eu vá a algum lugar e que lute por você? Nem sequer aqui na América você defende meus direitos e minhas crenças.


“Não me escondo do alistamento. Não queimo bandeiras. Não fujo para o Canadá. Fico aqui. Quer me mandar para a prisão? Bem, vá em frente. Tenho estado na prisão há 400 anos. Posso ficar outros quatro ou cinco mais, mas não vou percorrer 10.000 milhas para ajudar a assassinar e matar outros pobres. Se eu quiser morrer, morrerei aqui, agora, lutando contra você, se quiser morrer. Você é meu inimigo, não os chineses, nem os vietcongues, não os japoneses. Você é que se opõe a mim quando quero liberdade. É você que se opõe a mim quando quero justiça. Você é que se opõe a mim quando quero igualdade. Você quer que eu vá a algum lugar e que lute por você? Nem sequer aqui na América você defende meus direitos e minhas crenças. Nem sequer me defendes aqui em minha casa."

Muhammad Ali. 

Confira também:

 

O significado dos termos esquerda e direita em política

 

Brasil: O que está em jogo?














Nenhum comentário:

Postar um comentário