quinta-feira, 5 de junho de 2014

Eu amo o Brasil!




Eu amo o Brasil!

Brasil é dos brasileiros.
Não dos entreguistas.


Imensas jazidas de petróleo brasileiras são cobiçadas pelas multinacionais do setor. 

Mas o mané-festante imagina que o entreguismo é a melhor opção, pois, segundo sua visão colonizada, “não saberíamos lidar com tanta riqueza”, sendo melhor “dar tudo pros gringos” (haja vira-latice!).



Realização da Copa do Mundo 2014 renderá dividendos no turismo — área hoteleira e de acomodações diversas, táxis, restaurantes, shoppings, alimentação, museus, parques etc., além de produzir obras de mobilidade permanentes a serem usufruídas pelos brasileiros, garantindo novos empregos e mantendo os existentes em todo país.

Mas o mané-festante sofreu lavagem cerebral e repete a desfigurada imagem criada por interesses estrangeiros (externos e internos) de que “não temos escolas e hospitais por causa dos estádios”.



Os juros da dívida pública consomem em apenas uma semana tudo o que foi gasto em estádios para esta Copa.

Mas o mané-festante não sabe disso, suas fontes de informação (a Rede PIG) pertencem aos beneficiários do parasitismo financeiro (absolutamente desinteressados em abordar as reais raízes das carências brasileiras.



O emprego e a renda crescem no Brasil.

Mas o mané-festante repete o Jornal Nacional, a Veja, a Folha e o Estadão e imagina que estejamos próximos do apocalipse.



São trazidos médicos do exterior para suprir a carência de profissionais em cidades que não tinham sequer um médico.

Mas o mané-festantes é contrário e acredita nas ladainhas piguianas que insinuam tratar-se de pessoas despreparadas.



Políticas sociais dão acesso a serviços do Estado aos sempre esquecidos ao longo de 500 anos, ou seja, cria oportunidades aos que morreriam de fome precocemente.

Mas o mané-festante, como um papagaio amestrado (ou, melhor dizendo, abestado!), repete que é “preciso ensinar a pescar e não dar o peixe”, como se a fome pudesse esperar indefinidamente.



O Brasil emerge como um país que procura compartilhar o futuro concretamente para sua gente.

Mas o mané-festante delira e busca a ficção do Brasil aos cacos, fracassado, destruído e sem vergonha apregoado pelos profetas da mídia golpista.



Todos sabemos que o Brasil tem muitos problemas a resolver ainda.

Séculos de negligência e desigualdades não são resolvidos por mágica, no estalar de dedos.

Mas não cair nessa política arquitetada pelos barões de comunicação (nacionais e estrangeiros) é um antídoto para não se converter num mané-festante idiota que queima bandeira do Brasil em eventos financiados por interesses poderosos (internos e externos), cujo objetivo é reeditar a secular entrega das riquezas brasileiras às oligarquias (internas e externas).



Em defesa do Brasil!

Contra mané-festantes e seus manipuladores.

Em defesa do Brasil!

Contra “medidas impopulares” (na realidade, antipopulares).

Em defesa do Brasil!

Contra os que faliram a USP, se lambuzam no Trensalão, criam o sertão em São Paulo, exploram o trabalho escravo com suas grifes "modernas", monopolizam a mídia e a propriedade, desrespeitam a dignidade e o suor do povo brasileiro e entregaram com o bico grande de rapina, na bacia das almas, o patrimônio do povo brasileiro com sua administração indigesta.


Em defesa do Brasil!

Por sua gente trabalhadora que merece desfrutar da riqueza do país que ela própria produz.

Viva o Brasil!



Confira também:

Mané-festante x Manifestante

Um dia o Jornal Nacional falou a verdade
Quanto a mídia tradicional ganhou esses anos todos com o silêncio cúmplice sobre desmandos e malfeitos do PSDB?

Independentemente do PIG, dos ‘black blocs’ e de todos os vira-latas que queimaram bandeiras do Brasil, #VaiTerCopa2014!

7 caixas de Aécio Neves ou de seu dublê

Medidas antipopulares de Aécio Neves, candidato do PSDB

Política do PSDB: demolir para privatizar


A marca das oligarquias



Folha de São Paulo encontra solução para eleger Aécio Neves e suas medidas impopulares

FHC apresenta seu TCC do “Curço de Injenharia Pulytika á Distanssia”

Ciência Política Tucana I

Ciência Política Tucana II

Ciência Política Tucana III

Por que viraram à direita ou A escolinha da arte de lamber saliva.

O julgamento das oligarquias.

Dr. Toicinho enaltece golpe paraguaio como modelo “democrático” das oligarquias.

Folha da Oligarquia - Um jornal a serviço do capital I

Folha da Oligarquia - Um jornal a serviço do capital II

Folha da Oligarquia - Um jornal a serviço do capital III

Derrotox 45® e Derrotox 40®. As receitas das oligarquias para enganar o povo.

Destucanizar

O significado dos termos esquerda e direita em política.

Bertolt Brecht escreve sobre a falta de escrúpulos nas relações pessoais

Bertolt Brecht – Histórias do Sr. Keuner

O analfabeto político - Bertolt Brecht

Nenhum comentário:

Postar um comentário