sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Dr. Toicinho e os cúmplices acima da lei



Dr. Toicinho e os cúmplices acima da lei


Memorando 171 - Z / Novembro de 2012

Exclusivo:

Blogueiro revela recente Memorando Confidencial encontrado no chão após uma das reuniões presididas pelo Dr. Toicinho, CEO do PIG desde 1939.

Observação: O documento demonstra inquietações nas fileiras piguianas.


Memorando Confidencial

Quando personagens de nossas hostes aparecem envolvidos em malfeitos de proporções graúdas — como cabe aos aptos conluiados que secularmente se locupletam nessas terras tupiniquins —  devemos verificar regra básica dos bons costumes: a lei não foi elaborada para atingi-los, apenas para protegê-los. Logo, eles são impermeáveis aos braços da lei, pois estão acima e em alturas inimagináveis até mesmo para aviões supersônicos.

Destarte, o Ministério Público e o STF devem se limitar às nossas conveniências e não meter o bico em negócios bicudos, o que configuraria indelicadeza, desatino e completo desconhecimento da lei da gravidade reinante na Casa Grande.

As redações piguianas estão prontas para refutar quaisquer alegações que venham a incriminar pessoas e empresas ilibadas e suas estratégias de sobrevivência. Como sabemos, vivemos num mundo cão! Seria rematada tolice deixarmos cúmplices desabrigados em nossas páginas e vídeos. Além do alto risco de extinção do PIG e associados, tal comportamento representaria a renúncia do modus operandi adotado desde o descobrimento do Brasil.

Enquanto o STF se limitar a condenar práticas de financiamento de campanha dos inimigos, nada nos oporemos e executaremos todo o arsenal de que dispomos 48 horas por dia para detonar a imagem da estrela que nos traz dissabores continuados e persistentes. As referidas práticas, compartilhadas por nós há muito mais tempo, jamais poderão receber o mesmo tratamento, uma vez que até mesmo em Júpiter é de conhecimento interplanetário que demotucanos nunca seriam atingidos por instituições jurídicas que existem para estar a serviço de interesses maiores, ou seja, os nossos.

Agora, assanhados começam a deblaterar sobre investigações da Privataria Tucana. Incorreremos em suicídio caso deixemos as coisas correrem de maneira descontrolada. É imperioso que não tenhamos pejo em recorrer aos modus faciendi exitosos, responsáveis por nos trazer até as confortáveis situações que desfrutamos.

Mas não custa repetir: estamos perdendo terreno!

Essa gentinha diferenciada tem ocupado nossos lugares nos aeroportos e universidades. As derrotas eleitorais em redutos tradicionais considerados inexpugnáveis e as quedas indecentes dos juros estratosféricos tornam nossas fontes de sustentação precárias. Pelo andar dos acontecimentos, o caviar ficará inacessível e seremos obrigados a trabalhar. Indignidade admissível apenas para a ralé.

A derrota em São Paulo é intragável.

Nesse doloroso momento, as revistas, televisões e jornais conglomerados devem ignorar essa tragédia e destacar a desimportância dessa cidade maldita.

Por outro lado, realçar as vitórias chinfrins como de valor transcendental.

Pouco importa a realidade!

Repisaremos ad nauseam que o menos é mais em todas as publicações piguianas.

Portanto, sempre alertas!

Anauê!




Leia também:

Pompéia Conta Boal

PT se manifesta sobre manipulação política do STF

Ainda há pessoas honestas no Brasil. Esperança!


Finados piguianos




Conheça como funciona a Yuan-Mind:

A Guerra de Yuan narra a história de um intrigante personagem do futuro e de um sombrio mundo de autômatos fortemente moldados e cerceados pelos meios de comunicação, cuja função massificadora é claramente ligada à concentração de um poder central nas mãos da Yuan-Mind,  empresa que controla as engrenagens do mecanismo totalizante e esmagador de Yuan.

Nenhum comentário:

Postar um comentário