domingo, 26 de agosto de 2012

Mudança metodológica do #DataPIG cancela, de forma engenhosa, a opção candidato rejeitado



Mudança metodológica do #DataPIG cancela,
de forma engenhosa, a opção candidato rejeitado

Especialistas independentes afirmam que a margem de erro da nova metodologia
deva ser de mais de 40% para baixo

Dr. Toicinho, CEO do PIG desde 1939, inconformado com o desenrolar da campanha de 2012, adoraria computar nas pesquisas a opção "Em quem você NÃO votaria de jeito nenhum?" como voto em #ZéPedágio.

Neste domingo ensolarado, o DataPIG antecipou para a cúpula o resultado de sondagens que prenunciam desgostos severos aos interesses piguianos. Enfurecido, o Dr. Toicinho teria quebrado o termômetro após constatar que a rejeição a #ZéPedágio ultrapassara 40%.

Mas depois do gesto intempestivo, que se fez acompanhar de 45 batidas coléricas de cascos sobre o chão, a voz do Dr. Matusalém Toicinho ecoou resoluta:

"DataPIG deve computar rejeição como voto a favor!"

A mudança metodológica promete deixar surpresos os pesquisadores do assunto.

Entretanto, o Dr. Toicinho admite reservadamente que em termos operacionais a operação seja simples: 

“Basta incluir o sim e o não, de jeito nenhum para o nosso candidato.”

Em sua primeira aparição pública, em trajes militares, o Dr. Toicinho foi lacônico sobre as mudanças metodológicas do DataPIG:

“DataPIG apenas modernizou sua metodologia de conveniência. Tudo está dentro do planejado.”




Erros de português do PSDB são graves, mas comparados com a Privataria Tucana...

Talvez sejam os mesmos alunos que acompanharam FHC
no seu TCC do “Curço de Injenharia Pulytika á Distanssia”


Programa do PSDB pede desculpas por erros de português.


E sobre a #PrivatariaTucana, PSDB disse alguma coisa?



Leia também:

Quando começará o julgamento do #ImPrensalão, STF?

O potencial de rejeição de José Serra

A reforma política do Dr. Toicinho - Capítulo 1º das reformas piguianas

Nenhum comentário:

Postar um comentário