terça-feira, 31 de julho de 2012

Avaaz recua, reconhece erro e petição pelo Impeachment de Gilmar Mendes continua

Avaaz recua, reconhece erro e
petição pelo Impeachment de Gilmar Mendes continua


VAMOS ASSINAR A PETIÇÃO!



As redes sociais mostraram mais uma vez que a cidadania ativa e vigilante pode lutar e rivalizar com o poderio de grandes conglomerados econômicos, políticos e midiáticos.

Nós lançamos um protesto contra o que entendíamos ser censura política exercida pela Avaaz.org ao retirar do site a petição pelo Impeachment do ministro Gilmar Mendes do STF.

Confira:



Agora, recebemos de um representante da Avaaz.org a seguinte mensagem:


Dear Agenor,

My name is Oliver and I'm a Campaigns Director at Avaaz. I wanted to reply to your email about your petition being de-published. I don't speak Portuguese, so I had a colleague help me translate an email to you, which is below. You can reply in either Portuguese or English, whichever is easiest for you.


Caro Agenor,

Acabo de ser alertado para o fato de que sua petição a respeito do impeachment do Ministro Gimar Mendes foi retirada do ar. Sempre que uma campanha é sinalizada, enviamos uma pesquisa para determinar se a campanha é inapropriada ou se viola nossos termos de uso.

O texto da petição é automaticamente inserido em uma pesquisa, usando um conjunto padrão de perguntas, e enviado para uma pequena amostra aleatória de nossos membros. Neste caso, um membro de nossa equipe retirou a sua petição antes que este processo fosse concluído.

Isso foi um erro. Nós temos os resultados da sondagem e estamos felizes de informar que os membros votaram em manter sua petição no site. Sentimos muito por esta confusão.

Obrigado por seu trabalho até agora!

Saudações,
Oliver



Agradecemos o empenho de companheir@s que souberam irradiar nas redes sociais nossa indignação e levar a Avaaz.org a reconsiderar sua decisão.

Entendemos que a mobilização de tod@s foi essencial para reconquistarmos o espaço de nossa campanha.

A luta continua e é de tod@s!



3 comentários:

  1. Que vergonha , nós tamos mesmo perdidos, nem na Avaaz podemos confiar. Ainda bem que näo assinei várias que recebi. Achei mesmo estranho, porque assinei essa contra o Ministro e näo vi mais falar nela.

    ResponderExcluir
  2. Agenor isso deveria ser espalhado para outros blogs. O povo tem de saber como funciona essa Avaaz.

    ResponderExcluir
  3. De acordo, Edir!

    Vamos divulgar esse comportamento da Avaaz.

    ResponderExcluir