terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Sobre iniquidades - Tennessee Williams



Sobre iniquidades - Tennessee Williams



"Para mim, um lugar conveniente para trabalhar é um lugar distante, em meio a estranhos, onde eu possa dar umas braçadas. Mas a vida deve exigir um mínimo de esforço de nossa parte. Você não deve ter gente demais a servi-lo, ao contrário: você devia fazer sozinho a maioria das coisas. O serviço oferecido pelos hotéis é embaraçoso. As empregadas, os garçons, os boys e os porteiros etc. são as pessoas mais embaraçosas do mundo porque continuamente estão a recordar-nos as iniquidades que aceitamos como coisas certas. O quadro de uma velhinha ofegante que carrega com enorme esforço um balde pesado d'água por um corredor de hotel para limpar a imundice de um hóspede bêbado e cheio de privilégios sociais é um quadro que me faz ficar doente e oprime meu coração, fazendo-o murchar de vergonha deste mundo, em que essa situação é não só tolerada mas considerada como a prova dos nove de que o mecanismo da Democracia está funcionando devidamente, sem interferência de cima ou de baixo."

Tennessee Williams em
“A Catástrofe do Sucesso”

O texto foi publicado no NY Times em 30-11-1947 com o título “A Streetcar named Success” quatro dias da estreia de “A Streetcar named Desire”, e posteriormente incluído como prefácio na publicação de “The Glass Menagerie”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário