segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Teatro Político: Saída para José e para Todos os comparsas



Teatro Político:
Saída para José e para Todos os comparsas



José: Procura uma saída.

Todos: Apontam o olho da rua.

José: “Mas depois de tudo o que fiz?”

Todos: Fazem ouvidos moucos.


José: Implora.

Todos: Ignoram.

José: Enumera dossiês.

Todos: “De novo?”


José: Relaciona os malfeitos praticados em conjunto.

Todos: “Não se atreva?”

José: “Levo todo mundo”

Todos: “Deixa disso. Tá ficando louco?


José: “Vocês acham que podem me abandonar desse jeito”

Todos: “Chega de drama... Desapareça por um tempo. Depois, quem sabe...”

José: “Mas já tenho 70 anos. Não posso esperar mais...”

Todos: “Pois é. Seu tempo acabou.”


José: “Isso é uma injustiça. Não se abandona um líder ferido na estrada!” (apud Paulo Preto)

Todos: Isso é uma ameaça?

José: “Entendam como quiserem. Mas conheço todos vocês de A a Z.”

Todos: “Que é isso, José. Vamos conversar melhor.”


Nenhum comentário:

Postar um comentário