sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Dr. Toicinho confessa ao bispo segredos sobre assuntos que não aparecem no livro A Privataria Tucana



Dr. Toicinho confessa ao bispo segredos
 sobre assuntos que não aparecem no livro A Privataria Tucana

Momentos antes de as portas serem fechadas ao blogueiro sujo,
observamos o Bispo compenetrado para ouvir o Dr. Toicinho 


Dr. Toicinho, CEO do PIG desde 1939, foi ao confessionário na véspera de Natal para procurar indulgência de hierarcas da Igreja.

Assim que saiu o livro A Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr., o Dr. Toicinho havia proibido expressamente os veículos piguianos de fazer quaisquer menções ao volume revelador das artimanhas e tramoias de figuras de alta plumagem do tucanato durante o processo de privatizações no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Todavia, mais uma vez, blogueiros sujos encarregaram-se de espalhar a notícia insistentemente ignorada e vetada pela mídia adepta do bico grande. Em poucos dias, apesar do dique da censura, o livro não somente foi ao topo da lista dos mais vendidos, como, também, nocauteou os senhores de bens, cuja face publicitária apresentava o líder partidário pela expressão “homem de bem”.

Dr. Toicinho parecia extremamente ansioso para o encontro, tendo telefonado diversas vezes para que a agenda do bispo fosse exclusivamente reservada a ele.

Utilizando de uma sinceridade inusual, Dr. Toicinho corroborou os documentos apresentados no livro. Elencando cada um dos capítulos, asseverou que o jornalista ainda teria sido condescendente com a quadrilha, pois o maior assalto ao patrimônio público brasileiro  talvez tenha apenas um rival em termos comparativos, nomeadamente, a máfia russa, que se apossou das estatais da ex-União Soviética .


A seguir, com exclusividade, o Blog do Agenor Bevilacqua Sobrinho publica os trechos mais importantes da conversa vazados pelas assessorias das importantes figuras do arco reacionário:


Dr. Toicinho: As brigas de foice no PSDB foram intermináveis, bispo.

Bispo: O Serra me contou.

Dr. Toicinho: O martelo na mão para destruir o Brasil e aliená-lo a preço de banana... Podre! O esquema tinha tudo para ficar no anonimato, organograma perfeito, depósitos em série. Tudo redondinho... Mas veio esse f.d.p. botar a boca no trombone.

Bispo: Pois não é? Todos esses anos de censura do PIG, a coisa ia bem, ninguém precisava saber... Desgraçado! Bastardo!

Dr. Toicinho: A grande lavanderia caribenha, tudo limpinho e voltava legalizado. Isso sim era uma lavagem de dinheiro tipo uma “Brastemp”.

Bispo: E com “Omo”!

Dr. Toicinho: Exato!

Bispo: Esse sujeito fez o catecismo?

Dr. Toicinho: O rastro do dinheiro da propina começa a aparecer... O tal do Amaury mostra todos os documentos: sem utilizar meios ilegais. O cara foi na Junta Comercial, em Cartórios de Registros... O cara é bom!

Bispo: Porra, é mesmo! ...Mas ele foi crismado?

Dr. Toicinho: O pai do esquema foi revelado. Não tem mais como negar. Falei para o Serra dizer que o material era “lixo”... O nosso amigo ficou quase dez dias para pronunciar a palavra “lixo”... Ficou treinando escondido... Sabe como é, a qualquer momento pode aparecer um blogueiro sujo fantasiado de repórter e deixar nosso eterno candidato constrangido.

Bispo: Isso não se faz com um homem de bens!

Dr. Toicinho: Ricardo Sérgio recebe depósitos do primo do Serra... Segredo de polichinelo... Todos nós da cúpula do PIG e dos tucanos sabíamos disso... Mas o fulano tinha que botar a boca no mundo?
Bispo: Isso não se faz... Ele tomava a hóstia?

Dr. Toicinho: Mais adiante, no Capítulo 8, ele expõe como o primo esperto fica rico com ajuda dos amigos... Quer que os amigos não ajudem? É louco esse talzinho?

Bispo: Só pode ser! ...Ele sabe rezar?

Dr. Toicinho: O Daniel Dantas, a Verônica Dantas e a Verônica Serra, a Decidir.com... O sujeito escancara a sociedade deles, mostra depósitos e todo o esquema... As coisas andam mudando no Brasil, bispo.

Bispo: Para pior!

Dr. Toicinho: Até os sócios ocultos de Serra ele conseguiu evidenciar. Assim, não tem blindagem do PIG que aguente.

Bispo: Desaforado!

Dr. Toicinho: Arapongagem para detonar os inimigos e os “amigos” também. Práticas habituais do Serra que esse jornalistinha de uma figa revela.

Bispo: Esse não pode trabalhar em confessionário que espalha tudo... E a garantia dos segredos dos fiéis?

Dr. Toicinho: Até mesmo as malandragens das empresas-camaleão, para driblar a fiscalização com a troca de nomes...

Bispo: Mas aí foi amadorismo. Nomes iguais? Essa o chefe pisou no tomate!

Dr. Toicinho: A Verônica Serra já está indiciada... E nem começou a CPI da Privataria! Imagina o que será de nós... Esse autorzinho de meia-tigela fala demais.

Bispo: Mas ele não ganhou diversos prêmios Esso de jornalismo e outros?

Dr. Toicinho: Bispo?

Bispo: Perdão... Mil perdões! ...Vamos excomungar esse vermelho!

Dr. Toicinho: Nem mesmo com os falsos amigos da Dilma, os sabotadores, a gente conseguiu reverter.

Bispo: Cabisbaixo. Eu te disse, Toicinho. Não podemos contar com eles.

Dr. Toicinho: Tudo o que prezamos será alvo da curiosidade pública. Vão querer saber o que fizemos com o dinheiro público... E agora?

Bispo: Nunca pensei que chegaríamos a esse ponto... Malditos blogueiros sujos!

Dr. Toicinho: O Ricardo [Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de Serra], o Preciado [Gregório Marín Preciado, o primo mais esperto de José Serra] e os depósitos na conta Beacon Hill... Tudo vai ser bisbilhotado... Nossas contas vão aparecer!

Bispo: Como fazemos para esconder os depósitos por nossos serviços de apologia do Serra e demonização da Dilma? ...É só falar que era dízimo? Que tal?

Dr. Toicinho: O Rioli [Vladimir Rioli, ex-sócio de Serra], o Naldo [Ronaldo de Souza], o Carlos [Carlos Jereissati], as  offshores... Daqui a pouco qualquer analfabeto, vendedor de acarajé ou de tapioca, de pão de queijo e de pão francês,  vai falar de offshores nas praças, nas praias e nas mesas de boteco... Onde é que a gente vai parar?
    
Bispo: Pelo menos, tudo o que ele escreveu é a pálida descrição dos nossos feitos.

Dr. Toicinho: Eu e meu avô, Matusalém Toicinho, dissemos para o Serra que o problema é de muito maior gravidade... Sendo que ali estaria apenas a “ponta do iceberg”.

Bispo: Esse jornalista comunista não sabe da missa a metade.

Dr. Toicinho: Diante de tais alertas, o Serra parecia autista. Divagava a respeito de que o “Jornal Nacional não iria falar a respeito nunca!”... Coitado! Daqui a pouco estará no New York Times, na The Economist...

Bispo: Nossa mãe do céu.... Eles teriam coragem? E os interesses ideológicos...

Dr. Toicinho: Quando o barco afunda, é que saberemos quem são os verdadeiros amigos...

Bispo: É mesmo... Pensando alto. Preciso conversar com o arcebispo para rezar em outra freguesia.

Dr. Toicinho: Como?

Bispo: Nada não... Estava ruminando algumas coisas que preciso fazer imediatamente.

Dr. Toicinho: Pensando alto. Vou mudar os nomes dos jornais, das revistas, das rádios, das emissoras de TVs...

Bispo: Como?

Dr. Toicinho: Nada não. Estava pensando sobre algumas providências urgentes.

Bispo: Ah, bom!

Dr. Toicinho: Até mais, bispo.

Bispo: Até, meu filho. Que Deus lhe abençoe!

Dr. Toicinho e o Bispo: Juntos. E que nos proteja desse apocalipse! Cruz credo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário