terça-feira, 25 de outubro de 2011

PIG

PIG




A Folha corrida é extensa.
E o Estadão das coisas não se pode esconder.
O Globo conhece as maneiras de deturpar, omitir e mentir.
Não seja ingênuo de esperar outra coisa: Veja só dá o que tem.

Quando a famiglia é mesquinha
E se veste de azul-marinho
Em festividades frias
É porque não canta mais de galo.

Dar carona a torturadores,
Aplaudir suas sessões nada edificantes e
Às mancheias abrir os cofres,
Pois é dando que se recebe.

 E no meio do caminho havia um blogueiro sujo,
Um blogueiro sujo no meio do caminho:
Pronto a desmascarar as trapaças piguianas.
E nenhum analgésico acalmava os aborrecimentos da famiglia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário