domingo, 5 de junho de 2011

TV SKY, balde e a mitologia da submissão feminina



TV SKY, balde e a mitologia da submissão feminina





Se o público-alvo da Sky é o da mentalidade patriarcal, o problema é dessa empresa de ideias emboloradas.

Mas as mulheres (e homens não-trogloditas) podem se pronunciar: 4004-1111.

Vamos responder aos capitalistas da Sky que a representação da mulher defendida por eles corresponde aos séculos nos quais sequer havia energia elétrica.

No mesmo sentido, é lamentável que a modelo Gisele Bündchen venha a ratificar o preconceito arcaico, prestando desserviço às lutas emancipatórias.

São as contradições dos roteiristas publicitários: lidar com recursos hi-tech e, concomitantemente, conciliá-los com conceitos regressivos.

#Sexista 




Nenhum comentário:

Postar um comentário