quinta-feira, 3 de março de 2011

Os Pobres, os Ricos e a Selic aumentada



Banco Central de joelhos para os rentistas


Os Pobres, os Ricos e a Selic aumentada


Os ricos, quando a Selic aumenta 1%, ganham R$ 17 bilhões

Mas o pobre, que produz a riqueza, vai pagar a conta

Rico abre champanhe

Pobre aperta, ainda mais, o orçamento

Rico vai para o rega-bofe maravilhado

O pobre vai para servi-lo, limpar o chão e ficar estropiado.



O rico convida os amigos para o Fasano

O pobre reduz ainda mais sua marmita

O rico pega o jatinho para o jantar em Nova Iorque

O pobre, no feriado, faz churrasco na laje

O rico esbanja no supérfluo como barão

O pobre vai a pé para economizar a condução.



O rico exibe a frota: carro, lancha, avião.

O pobre tem escola que lhe ensina submissão

O rico tem escola que lhe garante postos de comando

O pobre é cravejado de rugas em juventude

O rico parece novo com cremes e cirurgias plásticas

O pobre tem uma vida de cão pobre e marcas drásticas.


O rico anda em festas a mancheias

O pobre passa frio e fome.

O rico tem conforto e pode até ficar obeso

O pobre conta seus tostões

O rico calcula seus bilhões

O pobre vai trabalhar

O rico vai rezingar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário