domingo, 20 de março de 2011

Diferenças entre os homens e os animais, segundo Karl Marx




Diferenças entre os homens e os animais, segundo Karl Marx
“Uma aranha executa operações que se assemelham às manipulações do tecelão, e a construção das colméias pelas abelhas poderia envergonhar, por sua perfeição, mais de um mestre-de-obras. Mas há algo em que o pior mestre-de-obras é superior à melhor abelha, e é o fato de que, antes de executar a construção, ele a projeta em seu cérebro.”

Sobre este texto de Karl Marx, podemos afirmar que:
I - Pensar é uma característica dos seres inanimados.
II - Os animais agem por reflexos e instintos.
III - O ser humano não tem como antecipar em seu cérebro os acontecimentos.
IV- Os atos dos animais são sem história e sem finalidade.
V - Os animais não produzem sua existência, mas a conservam instintivamente.


a) Apenas os itens I e II são corretos.
b) III, IV e V são incorretos.
c) Todos são incorretos.
d) Todos são corretos.
e) I e III são incorretos.





A Guerra de Yuan narra a história de um intrigante personagem do futuro e de um sombrio mundo de autômatos fortemente moldados e cerceados pelos meios de comunicação, cuja função massificadora é claramente ligada à concentração de um poder central nas mãos da Yuan-Mind,  empresa que controla as engrenagens do mecanismo totalizante e esmagador de Yuan. 



Um comentário:

  1. Permite-me supor a hipótese de as
    aranhas terem o seu próprio sistema de planejamento, independente de cérebro?

    Aranhas, abelhas, pássaros e outros terráqueos.
    Observo; e percebo que a ciência ainda rasteja diante do real.

    Ah, estou lendo na coluna ao lado que temos aqui trechos interessantíssimos para ler,
    inclusive o texto base de Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Maravilha! Vidas Secas é
    uma das maravilhas da literatura.
    Agradecida.

    Abraços.

    ResponderExcluir