sexta-feira, 26 de novembro de 2010

DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda



DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda


O DIP - Departamento de Imprensa e Propaganda, dispositivo piguiano incumbido de produzir realidades convenientes aos poderosos, tem sofrido revezes importantes em sua atuação.

Antes, os elogios borbulhavam aos serviços prestados pelo DIP para manter a estrutura social inalterada e sem aborrecimentos para as oligarquias há 500 anos encasteladas no poder.

Agora, os devotos do conservadorismo mostram sem pejo sua irritação com a ineficácia das ações implementadas pelo DIP.

A razão da contrariedade parece residir na incapacidade de formular estratégias que possam viabilizar o retorno dos senhores da Casa Grande ao poder federal, desalojados por: um ex-metalúrgico, uma ex-guerrilheira e uma população arredia aos comandos até então infalíveis do DIP.

Alguns especialistas, integrantes do QG do DIP, não imaginam retorno nem a longo prazo, provocando aflições de todos os gêneros no baronato demobicudo.

Dizem que as doses de Derrotox 45 ingeridas desde 2002, mas especialmente as consumidas no pleito de 2010 podem ter sido fatais para os planos do tão sonhado regresso.

Ademais, os brasileiros não estão mais dispostos a se enredar nas ladainhas piguianas e as sucessivas mentiras alardeadas pelo DIP passaram a ser identificadas como o que são: formas manipulatórias para induzir incautos.

A eliminação da miséria e da pobreza tende a levar de roldão o DIP, pois sua existência perderá completamente a serventia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário