domingo, 26 de setembro de 2010

Para Marina Silva



A candidata de Lula é Dilma.

No debate desta noite na Record pudemos ver um retrato acabado de Marina Silva: despeito, rancor e ressentimento.

Ela se sente preterida. Quando sequer foi cogitada.

Tanto ódio e inveja não a levarão a nada, Marina.

Tenha um pouco de humildade e deixe sua arrogância para descansar por um bom tempo.

Não deixe que a baba verde da inveja a corroa.

Não será dessa vez. Mas mantenha a dignidade e saiba ser uma boa derrotada. Pois, se seguir na trilha em que está, como ingênua útil das oligarquias da comunicação, vai suceder-lhe o mesmo que passará com Serra. Vocês dois serão lançados ao mais profundo ostracismo, porque deixarão de ser necessários ao movimento conservador que lhes dão respaldo.

Tenha um pouco de fraternidade no coração e não apenas nas palavras vazias entoadas sem conteúdo verdadeiro.

Lembre-se de que a soberba que a embriaga em nada contribui para lembrarmos a imagem edulcorada que sua propaganda tenta, de maneira vã, convencer-nos de sua pessoa.

Discernimento sem presunção.

Seja feliz!




Nenhum comentário:

Postar um comentário