domingo, 22 de agosto de 2010

STF e a tortura



O STF precisa acompanhar a realidade e sair de posições que privilegiam grupos oligárquicos e os criminosos da ditadura militar.

A democracia implica necessariamente a não existência de sujeitos "intocáveis".

A cidadania precisa incorporar essas discussões em seu cotidiano para frear as sanhas contemporizadoras de magistrados que insultam a lógica e, sobretudo, os direitos humanos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário