sexta-feira, 13 de agosto de 2010

GLOBALIZAÇÃO - de Edward Sousa Bevilacqua


É o início do fim daquilo que meu pai designava por "globalização".
A "globalização dos ricos" hoje nos impõe isso, dizia ele. Mas a história muda, porque interferimos na sociedade.
Seu texto, didático, demonstra bem aquilo que os poderosos no Brasil impuseram ao povo com a cumplicidade de FHC.

GLOBALIZAÇÃO
Edward Sousa Bevilacqua (In Memoriam)


É do QG - vem da cobertura,
Da estrutura,
Nomenklatura
Para os ouvidos nossos cá embaixo,
sem opção - é um despacho.
Vem lá de cima
e rude nos ensina:
Patriotismo é coisa de antanho
- sem tamanho!
Do pacote de valores atrasados,
defasados!
Pátria, honra, fronteiras
atrapalham - são besteiras.
Neoliberalismo,
Acabou o comunismo!
A História teve fim,
com o muro de Berlim.
Só as dívidas são sagradas
- paguem tudo sem mancadas.
Fundamentais novos valores,
que nós somos os credores.
Credores, valores, senhores,
Somos nós os seus senhores.
- senhores, valores, senhores.
Seus senhores somos nós
- nós, nós, nóis!
E vocês - shut up, Boys!
Shut up!



Conheça como funciona a Yuan-Mind:

A Guerra de Yuan narra a história de um intrigante personagem do futuro e de um sombrio mundo de autômatos fortemente moldados e cerceados pelos meios de comunicação, cuja função massificadora é claramente ligada à concentração de um poder central nas mãos da Yuan-Mind,  empresa que controla as engrenagens do mecanismo totalizante e esmagador de Yuan.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário