domingo, 1 de agosto de 2010

Educação autoritária



A reflexão consciente sobre nossa própria infância já pode ser um antídoto contra a imposição da lei do mais forte. É um caminho mais longo, mas certamente mais saudável, dialogar e compreender as potencialidades e as razões que os outros expressam. Assim procedendo seremos mais sensatos para agir com amor e não com intolerância.


Nenhum comentário:

Postar um comentário