quarta-feira, 12 de maio de 2010

Serra é o novo líder da direita

Serra é o novo líder da direita.

Ressuscitou o finado Demo/PFL e suas figuras prósperas da ditadura. Em suas atividades como ministro da "Saúde", revelou-se campeão da dengue; na economia, seu partido, o PSDB, coadjuvado pelo PFL (ou vice-versa), oferecia como realizações juro e desemprego estratosféricos. Agora quer dar lição de economia. Que lindo!

Aproveita-se da onda de crescimento proporcionada pelos outros e ainda reclama? Os ensinamentos do novo arauto da direita são completamente dispensáveis. Basta ver seu desempenho na educação: crianças na escola analfabetas funcionais.

Ademais, quem ressuscita figuras da ditadura mostra muito bem suas intenções.

Chega de lição de moral dos que deixaram o Brasil de joelhos e agora querem, em tom professoral, ditar as ações que não implementaram quando tiveram oportunidades.

Caso o Brasil estivesse nas mãos dos bicudos, neste momento, a Petrobras, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal etc., estariam entregues à cobiça do capital internacional pelo tradicional preço de banana com que os doutos do PSDB/PFL entregaram o patrimônio público em seus tempos de “responsabilidade e seriedade”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário