quinta-feira, 13 de maio de 2010

Pedagogia tucana

Pedagogia tucana. Na década de 1970 tínhamos o “ABC do entreguismo”. Na década de 1990, os governos tucanos, do alto de sua sapiência, estenderam o serviço a todo o abecedário, de A a Z, inaugurando o pedagógico “FHC do entreguismo,” mais um lançamento editorial da FHC: Fundação Hospitalar pró-Cifrão (ajuda ao próspero em 1º lugar). Neste livro, o leitor encontrará o nacionalismo peculiar de FHC — o norte-americano — e a adaptação de Descartes (Cogito, ergo sum) para a moda neoliberal tupiniquim: "Nacional é brega; logo, entrega."

Devido aos avanços tecnológicos, no século XXI é bem mais fácil precisar o ritmo do entreguismo. Cuidado quando for convidado a uma solenidade patrocinada pelo instituto Milenium (casa demo-tucana) e não se constranger em cantar o Hino abaixo:


HINO NACIONAL NEOLIBERAL

Num Posto da Ipiranga, às margens plácidas,

De um Volvo heróico Brahma retumbante,

Skol da liberdade, em Rider fúlgido,

Brilhou no Shell da Pátria nesse instante.

Se o Knorr dessa igualdade...

Conseguimos conquistar com braço Ford,

Em teu Seiko, ó liberdade,

Desafio nosso peito à Microsoft!!!

Ó Parmalat, Mastercard, Sharp, Sharp....

Amil um sonho intenso, um rádio Philips,

De amor e de Lufthansa à terra desce!!!

Intel formoso céu, risonho Olympicus,

A imagem do Bradesco resplandece!!!

Gillete pela própria natureza,

És belo, Escort, impávido colosso,

E o teu futuro espelha essa Grendene.

Cerpa gelada!!!

Entre outras mil é Suvinil, Compaq amada.

Do Philco deste Sollo és mãe Doril,

Coca-Cola, Bombril !!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário